Vida Cristã

04/10/2017 | Líderes de jovens, Ministério de Jovens


3 valores essenciais em um ministério de jovens

O que você valoriza em seu ministério de jovens? Pense bem: Se eu te pedisse para descrevê-lo em uma palavra, qual seria? Eu fiz essa pergunta para mim mesmo em um tempo atrás e na época não consegui responder. Pior foi quando decidi perguntar para alguns jovens do meu ministério. Eles simplesmente não conseguiam descrever o nosso ministério. Isso foi frustrante e me alertou que eu deveria fazer algo diferente. Quando colocamos um foco em nosso ministério se torna mais fácil trabalharmos e obtermos resultados. No ministério de jovens é preciso estabelecer alguns valores padrão para que possamos desenvolver um bom trabalho e colher os frutos. Abaixo, listo três valores em que o seu ministério de jovens deve ter.

ministério de jovens

1 – Centralidade em Jesus

Este talvez seja o mais básico e mais ignorado pelos líderes de jovens. Eu sei porque comigo foi assim. Eu sempre dizia que meu ministério de jovens é centrado em Jesus (e poucos líderes vão dizer que não é), mas na prática não era assim. A pregação da palavra tinha pouca ou quase nenhuma prioridade e como resultado disso Jesus não era o centro. O ministério de jovens que é centrado em Jesus transforma todo culto em uma oportunidade para louvar e conhecer mais ao Senhor, além de fazer com que os jovens se apaixonem por Jesus e queiram viver uma vida centrada em Cristo. O seu ministério faz isso? Você percebe que seus jovens estão pouco a pouco querendo conhecer mais do Senhor? Ou o seu ministério de jovens tem somente uma palavra de 10-15 minutos com uma mensagem positiva para os jovens? Os sinais mais claros de um ministério de jovens que é centrado em Jesus são reflexos que o próprio Jesus disse sobre os mandamentos que deveríamos cumprir: Amar a Deus e amar o próximo.

Como fazer isso: Comece a trabalhar em suas pregações. Coloque como objetivo para que em todas as pregações você faça as seguintes coisas:

1 – Revelar Jesus Cristo
2 – Mostrar alguma característica de Deus

Se você desliza na hora de preparar sermões pode dar uma olhada AQUI e se capacitar.

LEIA TAMBÉM: 3 ótimas ideias de sermões para jovens
Como criar um sermão para jovens (PASSO A PASSO)

2 – Diversão (Comunhão)

Quando falamos sobre diversão em ministério de jovens há normalmente dois opostos radicais. Há aqueles que transformam o culto em um playground, onde desde o início o objetivo é entreter os jovens e há aqueles que se opõem radicalmente em fazer qualquer coisa que possa diverti-los. Qual lado é o certo? Eu penso que o meio entre essas duas visões é o local mais certo para estarmos. Não temos que transformar um culto de jovens em brincadeiras e afins (Se você atrai com brincadeiras vai ter que manter com brincadeiras), mas podemos ter momentos de diversão no ministério de jovens (não no culto). É importante você não basear o seu ministério de jovens em diversão, brincadeiras. Isso não dá certo. O que não significa que não poderão haver momentos de diversão e comunhão. Você deve ter muito cuidado neste aspecto. O limite entre um ministério de jovens que gera comunhão e um que é focado somente em brincadeiras é muito pequeno. Eu mesmo em um momento do meu ministério foquei somente na diversão. Dava resultado e os jovens adoravam. Eu pensei que não poderia estar errado. Porém, lembre-se que o objetivo de qualquer ministério na igreja é Deus. Ele deve ser o centro. Quando qualquer coisa que não Ele assume esse lugar, então está errado, por mais que agrade as pessoas e seja popular.

Como fazer isso: Você pode criar momentos de descontração criando um “pós-culto”, onde você reúne os jovens após o término do culto e desenvolve algumas atividades. Você pode criar competições para os jovens em outros horários, convidá-los para assistir algum filme, fazer alguma atividade ao ar livre, prestigiar um evento ou competição de algum jovem do ministério, enfim, criar momentos que gerem memórias.

3 – Relacionamentos

O terceiro valor que deve ser marcante em um ministério de jovens são os relacionamentos. Afinal de contas, estamos ali para cuidar de pessoas. Queremos que os jovens saibam que nos importamos com eles e que a presença deles ali é importante, não porque serão um número a mais, mas porque eles realmente importam. Ministério de jovens com esses valores são capazes de abraçar seus membros e proporcioná-los um ambiente seguro e familiar, o que muitas vezes não é encontrado na casa dos próprios jovens.

Como fazer isso: Tente prover um ambiente acolhedor e familiar em seu ministério. Treine seus jovens, líderes, voluntários e você mesmo para que possam criar esse ambiente e valorizar todas as pessoas que aparecem.

Eu espero que se você não tem esses valores como base em seu ministério de jovens, que possa fazê-lo a partir de agora. Tem mais alguma ideia de algum outro valor essencial para um ministério de jovens? Então, comenta aí.

Gostou desse artigo? Então CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK e fique ligado nas nossas atualizações.



Entre em contato