Vida Cristã

17/03/2015 | Artigos, Pastores e Líderes de Jovens, Vida Cristã

Nenhum Comentário

5 tipos de públicos-alvo para o seu ministério de jovens

Quando se fala em ministério de jovens, uma coisa é essencial. Saber para quem você está falando. Assim como na publicidade, em que você não pode fazer um produto e querer vender para todo mundo, no ministério de jovens você não pode fazer um programa e esperar que ele cative a todos, de jovens que nunca pisaram numa igreja até jovens líderes.

Saber para quem você se comunica e trabalha pode ser um divisor de águas para o crescimento com qualidade dos seus jovens. Explico melhor. Jovens com mais de 23 anos não acharão muita graça em determinadas atividades que você vai propor. Você tem que saber qual é o seu público antes de planejar as atividades que irão acontecer no seu grupo de jovens. Uma vez sabendo disso, as chances de você conseguir criar algo eficaz aumentarão muito.

Lifestyles

Quando você sabe quem é o seu público-alvo, você saberá como se comunicar com ele e como a sua atividade deve ocorrer de forma que agrade as pessoas desse público-alvo.

Lendo o livro “Um Ministério para Líderes de Jovens com Propósitos” de Doug Fields, o autor destaca cinco tipos de públicos-alvos que agora eu quero compartilhar com vocês.

São eles:

  • Não Cristãos – São os jovens que não são da sua igreja. São aqueles que talvez nunca tenham sequer pisado em uma igreja. Talvez acreditem em Deus, mas não tem ideia do que é viver para Cristo. Para esses jovens é interessante você fazer uma programação especial e diferenciada para “quebrar” a visão que maioria deles têm da igreja chata.  Programas que estimulem a comunhão são essenciais para esse grupo.
  • Novos Convertidos – Existem dois tipos de novos convertidos. Aqueles que gostaram do que viram em uma igreja e se apaixonaram por Jesus, que estão vivendo o primeiro amor e aqueles a qual estão acompanhando os pais/amigos. Para os dois tipos você precisará montar programas que discipulem e façam com que eles comecem a entender um pouco mais sobre a bíblia e sobre o que é ser um cristão. Comece a trabalhar também com atividades que estimulem esses jovens a desenvolver seus dons ministeriais.

LEIA TAMBÉM: COMO SE MANTER ANIMADO COM O MINISTÉRIO DE JOVENS?

                             QUATRO MOTIVOS PELOS QUAIS OS JOVENS NÃO ESTÃO INDO AO SEU MINISTÉRIO DE JOVENS

 

  • Jovens que conhecem profundamente a Bíblia, mas são apáticos à maioria das coisas que fazemos – São os jovens que já frequentam a igreja por anos. Conhecem a bíblia e estão quase sempre vindo nos cultos, mas esses jovens ainda tem um pé no mundo. Procure criar programas e cultos que enfatizem o que Deus pensa sobre as pessoas “mornas”. Programas que consolidem os jovens na igreja são perfeitos para esses jovens. Estimule também o trabalho com células (ou pequeno grupos).
  • Jovens Maduros – São jovens que estão buscando algo a mais de Deus há algum tempo. Normalmente, não são levados por qualquer vento de doutrina e tem uma vida espiritual acima da média. Procure criar programas que desenvolvam a habilidade de liderar e evangelizar desses jovens. Serão eles que darão continuidade ao seu ministério ganhando outras almas e trabalhando na igreja.

“[…] aqueles que têm o o compromisso de desenvolver hábitos espirituais, como o estudo bíblico, a oração, a responsabilidade com outro crente, a memorização das Escrituras, a contribuição e o compromisso com a igreja”. Um Ministério para Líderes de Jovens com Propósitos. Doug Fields

  • Líderes Espirituais – Para os líderes, que são os jovens que além de demonstrar maturidade espiritual, já possuem características de liderança, procure realizar programas para que eles possam servir de exemplo para os jovens novos convertidos e não cristãos. Eles estão na etapa final de amadurecimento cristão, prontos para exercer um ministério com eficácia e evangelizar as massas. Use isso.


Entre em contato