Vida Cristã

10/08/2016 | Pastores e Líderes de Jovens

Nenhum Comentário

Cinco mitos sobre ministério de jovens

Há muitos mitos quando falamos sobre ministério de jovens. Coisas que nós, muitas vezes, pensamos ser reais, mas que quando analisamos com cuidado percebemos que estávamos completamente errados. Assim como muitos mitos, ao pararmos, analisarmos e observarmos os resultados, iremos ver que muitas das coisas que achávamos que eram verdadeiras e certas, no final das contas não eram bem isso.

5

1 – Ministérios de jovens devem ser 100% diversão 

Eu ainda me lembro do dia que um jovem reclamou que os louvores eram muito “espirituais”, que eles deveriam ser mais agitados e que nós devíamos fazer mais atividades e acampamentos. Depois de ouvir isso eu tentei arrumar o ministério de jovens para esses gostos, porém, eu percebi que quanto mais diversão eu colocava mais difícil ficava de manter o ambiente em um bom nível espiritual. Eu percebi também que era extremamente difícil criar coisas novas, divertidas e atraentes TODO O FINAL DE SEMANA. Por último, eu percebi que muitos dos jovens que nós tínhamos só estavam nas brincadeiras, acampamentos e shows, mas quando eu tirava essas coisas eles nunca vinham e definhavam espiritualmente. Sim, diversão pode estar presente em seu ministério, mas não faça que ela seja o centro de tudo.

2 – Jovens não aguentam pregações longas 

É engraçado como muitos de nós pensamos que a juventude não aguenta pregações longas. Eles estudam matemática, geografia, química e ficam horas na sala de aula, mas será que não são capazes de “aguentar” por mais de quinze minutos algo sobre a bíblia? O fato não é que os jovens não aguentam pregações longas, mas sim como nós podemos levar a palavra de Deus para eles. Como nós devemos pregar e manter a atenção deles para um conteúdo tão rico quanto a bíblia? Nós te ensinamos como fazer isso com o nosso e-book gratuito.

E-BOOK GRATUITO

3 – O ministério de jovens não pode impactar a igreja

Esse mito afirma que o ministério de jovens é somente um passatempo, algo para entreter a juventude até que eles entrem na vida adulta. E é totalmente errado. Quando uma geração jovem começa a clamar pelo mover e pela presença do Espírito Santo, a igreja inteira sente. A cidade inteira sente. Não fique pensando que tudo o que você faz semana após semana é simplesmente entreter jovens. Não caia nesse mito. O ministério de jovens pode sim ser usado como um motor para impactar e transformar toda uma igreja.

BANNER guia 2

4 – Se você não está atraindo novos jovens, então seu ministério não é bom

Eu acho que esse é um mito criado por Satanás. Como já disse antes, crescimento numérico é sim um fator para observarmos se estamos crescendo, mas ele não deve ser o único. Foque simplesmente em capacitar e encher seus jovens da presença do Espírito Santo e em dar poder para eles. Ensine o amor de Jesus e as incríveis qualidades de Deus e deixe que Ele faça o resto.

LEIA TAMBÉM: “Já tentei de tudo no meu ministério e nada funciona”

                          Como transformar seu ministério dos sonhos em uma realidade

5 – “Aquele” culto/evento/seminário vai mudar seu ministério

Eu já pensei que “aquele” culto/evento/seminário iria mudar meus jovens. Fazia todo o esforço para levar o máximo de jovens possível para que naquela pregação ou evento eles pudessem se apaixonar por Jesus, aceitar Jesus ou fazer evangelismo como máquinas. Infelizmente isso não aconteceu. Eu vejo também muitos líderes colocando fé que aquele culto temático, cheio de luzes e decoração atrativa vai causar um reboliço na igreja. Isso nunca acontece por um motivo: O que acontece nesses lugares é uma maquiagem do que temos em nossos cultos normais. O jovem vai até esse culto e vê toda aquela decoração, danças, teatro e tudo mais e fica achando que será assim em todos os outros cultos. Quando ele não encontra mais os cultos daquele jeito, ele se decepciona e não volta mais.

O mesmo acontece com eventos e seminários, os jovens vão, são impactados por algo, mas não encontram mais esse tipo de impacto durante os cultos normais de jovens. O resultado é o mesmo.

O que devemos fazer é preparar nossos ministérios para fornecer a presença do Espírito Santo com frequência para os nossos jovens. Quando eles experimentarem isso e verem que toda semana eles receberão mais do mesmo, então eles irão permanecer


SLIDE SERMÕES



Entre em contato