Vida Cristã

13/07/2017 | Pastores e Líderes de Jovens

Nenhum Comentário

Como melhorar seu culto de jovens

Qual é uma das coisas que sempre está na mente de líderes de jovens? Exato. Todos nós queremos saber como melhorar nossos cultos. Nos dias de hoje nossos jovens têm um punhado de coisas para fazer. Eles têm amigos, cursinhos, aulas, atividades esportivas, Netflix e mais dezenas de outras coisas. Fazer com que eles saiam de suas casas e fiquem duas horas em uma igreja é motivo para comemorar. Então, o que nós queremos fazer é usar essas duas horas da melhor maneira possível para que esse jovem possa retornar outra vez e, quem sabe, ter confiança para trazer seus amigos. Mas, como podemos fazer isso?

Pensando nisso, vou te sugerir quatro dicas de como melhorar o seu culto de jovens.

 

1 – Foque na oração

Eu já disse aqui em um dos nossos artigos como a oração é importante. É o momento em que unimos o que aprendemos durante a pregação e colocamos para Deus. A oração tem um fator importante porque muitos jovens passam a semana inteira sem ao menos falar com Deus e, portanto, o culto de jovens é o único momento em que eles farão isso. Então, se eles vão fazer isso somente uma vez, é bom que façam direito. Foque na oração durante o seu culto, ore por seus jovens e com eles, ensine-os a orar e ajude-os estimulando a falarem com Deus.

2 – Tire um tempo para preparar seus sermões

Uma das maiores dificuldades em ministérios de jovens é o fato de que os líderes não vivem somente disso. Eles têm trabalho, estudo e família. Isso parece com a sua situação? E um dos problemas que isso gera é a falta de tempo necessário para se preparar um bom sermão. Como consequência temos muitos cultos em que parece que falta alguma coisa, que o jovem sente que não foi tão bem preparado assim. Você sabe muito bem a diferença de apresentar um trabalho que você estudou durante dias, fez gráficos, tabelas, apresentações no Power Point e apresentar um trabalho que você tomou consciência na noite anterior.

Tire um tempo para se preparar e para preparar seus sermões. Estude passagens, ilustrações e tudo mais.

Se você não sabe como fazer isso, dê uma olhada no e-book “Criando Temas para Cultos de Jovens”.

Se você não sabe o que pregar direito, dê uma olhada no e-book “Kit Básico para Líderes de Jovens Vol. 2”.

3 – Invista na sua vida espiritual

Eu já percebi isso. É incrível a diferença que há se eu passo a semana investindo espiritualmente em mim e se eu não investir. Deus me inspira, me fortalece e trabalha nas minhas fraquezas. O resultado é visível durante o culto. Minha sugestão para você é: Gaste um tempinho com você e Deus. Invista na sua vida, tente ter momentos de adoração, de leitura da bíblia de forma descompromissada (descompromissa no sentido de abrir a bíblia e não ficar procurando o que pregar), encontre um horário diário para que você possa orar e se comunicar com Deus, contar suas lutas, fraquezas e medos (eu faço isso sempre quando chego em casa do serviço e vou para o banho). Leia livros diversos, veja vídeos no YouTube, enfim, recarregue as suas baterias antes de tentar carregar a dos outros.

4 – Pregue o evangelho

Algumas vezes nós procuramos tantas novidades, tantas formas de fazer coisas que acabamos esquecendo o mais simples. Deixe eu te dar um exemplo: Eu amo pão com ovo. É sério. É bom, é fácil e é rápido. Eu não vou no google e pesquiso “Forma de fazer pão com ovo” ou “Como fazer um pão com ovo delicioso”. Nós fazemos isso nos ministérios de jovens. Nós queremos encorpá-lo, quando na verdade o simples já é mais do que suficiente.

Quando foi a última vez que você pregou sobre o evangelho (pecado, redenção, Jesus, cruz, liberdade e perdão)? Eu sei que isso parece simples para você, mas quando não ouvimos o evangelho real e sim sua versão “Deus pode fazer tudo na sua vida”, nós perdemos nossa essência, nosso temor e nossa noção de quão pecadores nós somos e de quão Santo é o nosso Senhor Jesus Cristo.

Porém, quando pregamos o evangelho, notamos uma diferença abismal em nossos jovens. Eles começam a amar Jesus e a tentar expressar esse amor em adoração, evangelismo e busca por conhecimento da Palavra.

Eu espero que essas dicas possam te ajudar e que você possa melhorar o seu culto de jovens. Tem alguma outra dica? Comenta aí embaixo e compartilhe sua opinião.


LEIA TAMBÉM:

Como criar um sermão para jovens (PASSO A PASSO)
O mito do “culto de jovens perfeito”
Três perguntas que os jovens irão fazer cada vez que você for pregar para eles

 

 



Entre em contato