Vida Cristã

16/08/2018 | Ministério de Jovens


E se a Demi Lovato fizesse parte do seu ministério de jovens?

Recentemente bombou na internet a notícia de que a cantora Demi Lovato sofreu uma overdose após abusar no consumo de drogas. A norte-americana acabou tendo que ser internada, ficando a beira da morte e agora teve que cancelar vários dos seus shows. Mas, eu estava pensando: “E se a Demi Lovato fizesse parte do seu ministério de jovens?”. Como você trataria ela? O que diria para ajudá-la? O que diria no seu ministério?

Talvez uma das coisas que mais fazemos enquanto líderes é tentar dar uma aparência de santidade nas coisas que fazemos. Tentamos deixar o nosso exterior (e o do nosso ministério) o mais limpo e perfeito possível. Com isso, se esquecemos (ou deixamos de lado) o fato de que muitos dos nossos jovens estão envolvidos em comportamentos pecaminosos, que acabamos ignorando para que a aparência externa e bonita possa prevalecer. Acredite em mim, sorrisos e caretas podem esconder muitas lutas. Devemos lembrar que nossa missão é buscar e salvar o perdido e que este perdido….bom, estará perdido.

Como devemos reagir em casos assim? Casos em que o pecado de alguém, ou de algum dos nossos jovens, é exposto de maneira tão rápida e dolorosa?

Nós somos todos pecadores

A primeira coisa que devemos lembrar é que nós somos todos pecadores.

pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus,

Romanos 3:23

Em outras palavras, todos nós erramos. O pecado nada mais é do que a rebeldia contra Deus. É acharmos que o nosso caminho, nossas decisões e vontades são melhores do que as de Deus. É importante sabermos e lembrarmos sempre disso para que não cometamos o erro de achar que alguém está muito longe para ser alcançado por Deus. Quando temos a noção de que nós também pecamos, que também precisamos diariamente da graça de Deus, então nossos olhos serão mais fraternais e carinhosos para aqueles que tropeçam.

LEIA TAMBÉM: Por que os jovens estão deixando a igreja, e o que fazer para evitar isso?

Como organizar seu ministério de jovens

Todos nós precisamos da graça de Deus

Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.

Romanos 5:8

“Deus demonstra seu amor”. Isso é incrível. Perceba que Deus demonstra o seu amor quando ainda não merecíamos. Estávamos mortos em nossos pecados, afastados de Deus, mas Ele enviou o seu filho para que Ele morresse pelos nossos pecados. Para que Cristo vivesse a vida perfeita que não poderíamos viver. Isso é lindo e nós mostra que TODOS nós precisamos da graça e misericórdia de Cristo. Se Deus pode nos amar no meio da nossa bagunça e sujeira, então nós podemos fazer o mesmo para com outros jovens e pessoas. Nós precisamos mostrar para as pessoas o mesmo amor que Deus mostrou por nós.

Devemos mostrar o problema

Da mesma forma, considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus. Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos. Não ofereçam os membros dos seus corpos ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros dos seus corpos a ele, como instrumentos de justiça.

Romanos 6:11-13

Existe uma expressão inglesa que eu gosto muito. É o chamado “tough love” ou “amor firme”. É quando você ama alguém, mas precisa ser duro com ela mostrando-lhe a verdade. Muitas vezes os líderes até sabem onde os jovens estão errando, mas não os confrontam. Devemos mostrar aos nosso jovens a raiz do problema deles, a rebelião para com Deus, mas mais do que isso, devemos apontar-lhes a solução: Cristo Jesus. Paulo é taxativo afirmando que “não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos”. Ele ainda diz que não devemos oferecer nossos corpos para o pecado. Isso é o amor firme. Paulo está escancarando para nós que não podemos viver presos ao pecado, que devemos lutar e buscar a Cristo para sermos livres. Por isso, nós devemos fazer o mesmo com nossos jovens. Mostre o problema e…

Apresente a solução

Se antes Paulo falou que não deveríamos oferecer nosso corpo ao pecado, olhe agora o que ele diz.

Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.

Romanos 12:1

Paulo diz que devemos oferecer nos oferecer como um sacrifício vivo para Deus. Este é o papel que o líder de jovens deve fazer com que seus liderados. Ele deve estimular e encorajar seus jovens a viverem suas vidas como se fosse um sacrifício para Deus, buscando amá-lo diariamente com tudo o que eles têm. No versículo 2 deste mesmo capítulo, Paulo nos dá a receita de como fazer isso.

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Romanos 12:2

Não devemos nos amoldar ao padrão do mundo. Esta é a mensagem que você deve passar. Se o mundo consegue encontrar redenção e paz em bebidas e drogas, seus jovens não precisam seguir por esse caminho. Eles podem encontrar redenção, paz, amor e perdão em um relacionamento com Jesus. Esta é a mensagem do evangelho. Há amor e perdão para aqueles que reconhecem a necessidade disso. Cristo não veio para os sãos, Ele veio para os doentes.

 



Entre em contato