Vida Cristã

07/08/2018 | Líderes de jovens


Por que os jovens estão deixando a igreja, e o que fazer para evitar isso?

Pergunte para qualquer líder de jovens quantos jovens saíram de seus ministérios e eles irão apresentar uma lista pronta com nomes e datas. Todo ano é a mesma coisa. Jovens vem e jovens vão. Muitas são as vezes onde os líderes trabalham durante algum tempo com algum jovem e ele simplesmente some e outro entra em seu lugar. Agora, é de conhecimento geral que há inúmeros motivos para isso e eu não pretendo abordar todos (seria preciso um livro), mas quero mostrar três grandes motivos pelos quais os jovens estão deixando as igrejas e como você, líder de jovens, pode lutar para acabar com isso.

1 – Pregação fraca

Jovens conseguem aguentar muitas coisas menos uma pregação fraca. Eles ficam horas semanalmente escutando professores que, muitas vezes, eles nem querem escutar, e o crescimento da internet e dos celulares não ajuda nessa situação. Se algo está chato eles podem facilmente virar os olhos para o celular e se perderem durante alguns minutos. Quando a pregação é realmente fraca o efeito é que eles não querem mais virem. Eu não defino uma pregação fraca como “não-divertida” ou “monótona”. Para mim, a pregação fraca é aquela que não dá um propósito para os jovens viverem, que não aponta para Cristo, mas que é focada somente em “faça isso” ou “não faça aquilo”. É fácil (e fraco) dizer para seus jovens que eles devem obedecer aos pais, mesmo não sendo algo fácil todo o tempo. A parte difícil (mas que vale a pena) é mostrar o amor de Deus para eles e apontar como Cristo foi obediente ao Pai, mesmo em momentos de tensão. É mostrar como a cruz e um relacionamento com Cristo pode nos fazer mais parecidos com o Filho.

Clique aqui se você quer ter mais ideias sobre o que você pode pregar para os jovens

2 – Pecado pessoal

Ninguém gosta de um hipócrita, não é mesmo? E o que é pior do que ver um hipócrita? Ser um. Jovens (como todas as pessoas) estão constantemente lutando contra sua carne. Quando eles não conseguem vencer o pensamento típico que aparece é: “Por que você vai à igreja? Você está sempre errando”. Eu me lembro de uma vez quando conversei com uma jovem que tinha viajado para uma cidade e ela estava muito envergonhada de ir à igreja porque ela tinha feito “algumas coisas erradas” durante sua viagem. Seu pensamento de vergonha, medo era mais forte do que sua vontade de estar em um relacionamento com Jesus. Ocasionalmente, este é um motivo muito forte que faz com que os jovens deixem suas igrejas. A solução não é parar de falar sobre o pecado, mas falar sobre o pecado e mostrar a graça de Deus e sua misericórdia que se renovam todos os dias para nós.

LEIA TAMBÉM: Quais são as características de um bom líder de jovens?
5 maneiras de você fazer seus jovens lerem mais a bíblia e orarem

Recentemente vi uma frase do pastor Jay Bauman que resume claramente isso.

“A vida cristã é muito mais sobre a busca de conhecer Jesus do que ser sem pecado, porque o primeiro nos conduz naturalmente ao segundo”.

3 – Falta de conectividade

Todas as pessoas querem fazer parte de um grupo. Temos a necessidade de nos encaixarmos com outras pessoas. Na verdade, este é o propósito da igreja. Quando isto não acontece, os jovens tendem a deixar a igreja e Jesus de lado. Eles se sentem desconectados, perdidos. Eu, particularmente, já sofri com isso. Em minha adolescência eu era muito tímido e todos meus amigos não iam à igreja. Eu odiava começar novos relacionamentos e me sentia seguro só com os amigos que eu já tinha. O que o líder deve fazer nesse caso é propiciar (nos cultos e em eventos gerais) um ambiente acolhedor e que possa nutrir novas amizades entre os jovens.

——————————————————————————————————————

Todos os problemas acima podem ser tratados de várias maneiras, mas para mim Jesus mostrou a melhor forma delas.

“Mestre, qual é o maior mandamento da Lei? ” Respondeu Jesus: ” ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’.

Mateus 22:36-39

Quando os jovens amarem a Deus com todo o coração, alma e entendimento eles não irão cair na armadilha de pensarem que o pecado é maior que o Deus que eles servem. Quando você pregar sobre o amor, graça e misericórdia de Deus, suas pregações não serão fracas, mas, ao invés disso, elas irão se conectar com seus jovens e darão a eles um propósito para viverem que é demonstrar o amor e a graça de Deus para outros. Quando eles estiverem amando a Deus com tudo o que têm, então eles irão amar o próximo, irão receber novos jovens, fazer novas amizades e criarão um ambiente saudável e perfeito para que relacionamentos focados em Cristo possam florescer.



Entre em contato